Imposto de Renda 2022: prazo para entregar a declaração acaba este mês

31 de maio é o último dia para entregar a declaração do Imposto de Renda 2022 e a Receita Federal recebeu 17,8 milhões de declarações até às 16h da sexta-feira (29 de abril) - mais da metade do esperado. A expectativa é de que 34,1 milhões de declarações sejam enviadas até o final do prazo.

A Receita Federal estendeu o prazo - como ocorreu em 2021 e em 2020 - por conta da pandemia do novo coronavírus. A informação foi publicada no Diário Oficial da União em 5 de abril. "A prorrogação visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covida-19 que possam dificultar o preenchimento correto e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados", disse o fisco em nota.

O imposto a pagar apurado também teve seu vencimento adiado para o final do mês de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração. As datas permitidas para o débito automático passam a ser 10 de maio, para a primeira cota, e até 31 de maio para as demais, ou seja, para as declarações enviadas após o dia 10 de maio, o pagamento da primeira cota deverá ser realizado com DARF.

Lembrando que quem não fizer a declaração dentro do prazo pode receber multa mínima de R$ 165,74, variando de 1% a 20% do imposto devido por cada mês de atraso. O programa do Imposto de Renda 2022 usado para preencher e enviar a declaração está disponível no site da Receita desde 7 de março.

 

Novidades do Imposto de Renda 2022

Entre as novidades deste ano estão a possibilidade de pagar imposto e receber a restituição via Pix e a ampliação da funcionalidade da declaração pré-preenchida, liberada em todas as plataformas disponíveis para o preenchimento da declaração e não só pelo portal e-Cac, como era até o ano passado.

 

Calendário de Restituição do Imposto de Renda 2022

A restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) será efetuada em 5 lotes, entre maio a setembro de 2022.

1º lote - 31 de maio

2º lote - 30 de junho

3º lote - 29 de julho

4º lote - 31 de agosto

5º lote - 30 de setembro

A novidade da restituição deste ano é que o contribuinte poderá receber o dinheiro a restituir de imposto via Pix.

O primeiro lote de restituição será pago em 30 de maio. Nesta leva recebem as pessoas que têm prioridade legal contribuintes idosos acima de 60, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Depois das prioridades, as restituições são pagas de acordo com a data de envio da declaração. Quanto mais cedo entregar, mais cedo o contribuinte pode receber. O segundo lote será pago em 30 de junho; o terceiro, em 29 de julho; o quarto, em 31 de agosto, e o último em 30 de setembro.

 

Por: Daniel Cristóvão
Publicado em: 02/05/2022
Fonte: Valor Investe